10 dicas para um relacionamento saudável

Mari & Victor-38Resolvi começar esse blog com algumas dicas essenciais para o desenvolvimento de um relacionamento saudável. Acho que algumas delas serão bem polêmicas, mas espero que gostem!

1- Independência

Essa é a dica fundamental para um bom relacionamento. De que adianta tentar controlar a vida do outro? Cada um sabe (ou deveria saber) o que deve fazer e quando. E também não é uma boa prática ficar dando satisfação de tudo que faz, muito menos perguntar tudo que o outro fez. Essa tentativa de controle é absolutamente prejudicial ao desenvolvimento de um bom relacionamento. Muitos de nós aprendemos essa mania com nossas mães e pais e apenas repetimos o mesmo comportamento sem pensar sobre o assunto. Por mais difícil que seja, é mais fácil controlar esse (mau) hábito do que controlar a vida do outro. 8)

2- Respeito à individualidade

Vocês não nasceram juntos, não cresceram na mesma família, dificilmente terão o mesmo conjunto de valores. Respeite o pensamento do outro. Não tente impor o seu modo de ver as coisas. Não tente moldar seu parceiro ou sua parceira. Não espere que ele(a) mude. Ele(a) só vai mudar caso deseje muito. E normalmente depois de muito esforço, de terapias, de sessões de Coaching, ou de “apanhar da vida”, como se diz no popular. Caso o comportamento dele/dela seja absolutamente inadequado segundo seus próprios valores, infelizmente pode ser o caso de terminar o relacionamento.

3- Fale pouco e seja consciente no que fala

Essa é uma das dicas mais difíceis de seguir. É a velha dica de “pense muito antes de falar”. Mas vejam, isso não vale só para questões que sabemos que serão muito polêmicas, vale para tudo. Quando falamos sem pensar, estamos normalmente embutindo uma carga emocional fortíssima que pode machucar e magoar nosso(a) parceiro(a). Essa mágoa pode ser imediata, forte e duradoura, mas também pode ser leve e cumulativa, o que também a tornará irreversível. Por incrível que pareça, aqueles assuntos rotineiros e que parecem banais são os que têm o maior perigo de virarem incêndios incontroláveis no relacionamento de duas pessoas. Você já viu isso acontecer na sua família (pais, mães, irmãos)? Então pense muito, muito mesmo, antes de falar. Casais que sabem ficar calados juntos têm muito mais chance de terem paz e felicidade em suas vidas.

4- Evite assuntos polêmicos

Essa é apenas a “cereja no bolo” da dica anterior. Se a recomendação acima é pensar muito antes de falar qualquer coisa, imagine no caso de assuntos polêmicos. Pense muito mais ainda, seja carinhoso(a) ao falar sobre o assunto e retire sua tropa rapidamente caso perceba que o conflito será inevitável. Guarde o tema, reflita, revise suas posições e prepare suas argumentações racionais para um outro momento. Não adianta tentar conversar se um dos lados está com os ânimos acirrados.

5- Planeje e curta momentos agradáveis juntos

Essa parece fácil, facílima de seguir, não é? Pois não é. Para quem tem filhos, família, ou pior, o trabalho como prioridade absoluta em suas vidas, pode ser muito difícil aproveitar um momento agradável com o(a) companheiro(a). Os compromissos são tantos que não sobra tempo, não é mesmo? Evite cair nessa armadilha, reserve esse tempo de forma consciente e respeite-o. Nada de celular no meio do jantar, desligue a TV para conversar. E não atenda o telefonema da sua mãe no meio da transa! Defina claramente os horários de trabalho e não trabalhe durante as férias! Faça todas as refeições que puder com a família. E vá para a cama cedo, de preferência sem equipamentos eletrônicos, a não ser aqueles muito íntimos, se ambos gostarem, é claro!

6- Descubram se estão em sintonia

Será que vocês realmente são um casal? Ou será que estão juntos apenas por carência sexual ou afetiva? Isso é muito difícil de descobrir, mas existem alguns indícios de que a coisa não vai bem. Se você está cansada(o) de várias das manias dele(a), pode ser que a paixão tenha acabado e o amor não tenha florescido entre vocês. As diferenças, que inicialmente estavam ocultas sob a novidade arrebatadora, agora estão falando mais alto. Vocês realmente compartilham coisas agradáveis juntos? Vocês respeitam de forma sincera, sem ressentimento, as atividades do outro que não compartilham em comum? A sintonia no amor é baseada na alegria de estar juntos, mas também no respeito à ausência do outro e à sua individualidade.

7- Sinta a vida mais leve

Você se sente mais leve do lado dele(a)? Caso não se sinta, é hora de pular para as próximas dicas.

8- Aproveite os momentos em que está sozinho(a)

Todo mundo precisa de momentos sozinho. Assim como os momentos juntos são essenciais, os momentos de solidão também fazem bem. É bom sentir saudade de quem se gosta. Às vezes parece que são momentos tristes e podem até mesmo causar uma dor no peito, uma aflição inicial, mas são bons para fortalecer sua alma e lhe ajudam a adquirir independência. São ótimos momentos para pensar e fazer coisas que você gosta de fazer sozinho(a). Saiba criar e aproveitar esses momentos.

9- Fique atento ao seu comportamento, pensamentos e sentimentos

Você está atento aos seus pensamentos, sentimentos e comportamentos? Alguma vez já se pegou pensando “Por que eu estou pensando isso ou por que estou sentindo isso?” ou “Por que estou fazendo isso?”. Esses são sinais de que você não está agindo de acordo com seus verdadeiros valores. É possível controlar o fluxo de seus pensamentos e sentimentos, filtrá-los e domá-los e, com isso, controlar seu comportamento. Esse autoconhecimento e autocontrole serão extremamente benéficos para você e para seu cônjuge, pode acreditar nisso.

10- Não discuta e não brigue

Por fim, o maior de todos os talentos, aprender a concordar com o outro. Aprendemos desde cedo a discordar, muitas vezes queremos colocar e defender nossas opiniões de forma muito contundente ou até desdenhando da opinião do outro. Queremos ganhar discussões. Cuidado! Se o assunto é delicado, temos de ser muito cautelosos. Se for absolutamente necessário opinar, discorde de forma sutil, sem iniciar brigas ou discussões. Evite bate-bocas, ninguém ganha com isso. Não vale a pena. A relação ficará fragilizada pela existência da discussão em si, o problema não são as suas opiniões (ou opiniões dele/dela), todo mundo pode tê-las! Mas é necessário encontrar formas de expressá-las de formas carinhosa. Se você quer manter e fortalecer seu relacionamento, isso será imprescindível para mantê-lo saudável.

Mandem seus comentários. E lembrem-se: algumas dicas são válidas também para sua vida profissional!

 

Victor Sebastian é Coach de vida e carreira.
Quer saber mais? Entre em contato e marque uma avaliação grátis.

7 comentários sobre “10 dicas para um relacionamento saudável

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s