O outro lado da moeda

eu_chope

É… às vezes você pensa numa coisa, cria um projeto de vida, define uma meta, busca fortemente sua realização, consegue chegar lá e… bem, não é bem aquilo que você esperava. Ou é, mas tem sempre o outro lado da moeda.

Vou contar aqui meu caso, talvez alguns leitores se identifiquem.

Minhas metas recentes:

1- Morar numa cidade mais tranquila

Depois de morar no Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba, minha meta era morar numa cidade menor, mais tranquila. Não é que em menos de 6 meses consegui realizá-la? Sim, trabalhando com foco e dedicação, consegui me mudar para Florianópolis! A capital com melhor qualidade de vida do Brasil. Isso há 3 anos. E ainda vim patrocinado por um contrato de trabalho de 1 ano. Num primeiro momento tudo são flores, ainda mais quando você alcança uma meta tão desejada e tão pouco conquistada por seus amigos e no seu círculo social. Mas… cadê os amigos que você deixou? Cadê a família que ficou distante? Cadê as opções de lazer de cidade grande que você estava acostumado? Ficaram pra trás. No balanço dos pontos positivos e negativos, não me arrependo. Mas fico sempre com aquela sensação de que está faltando algo…

2- Morar em casa (em vez de apartamento)

Bom, já que eu vim morar em Floripa, nada a ver morar em apartamento, certo? Depois de mais de 30 anos morando “engaiolado” nas cidades grandes, eu queria mais espaço, um gramado fora de casa, um quintal pro cachorro, uma churrasqueira ao ar livre. Nada mais justo! Depois de alguma procura, achamos uma casa que atendia todos os itens anteriores. Eu e minha esposa fizemos as contas e fechamos negócio! Uau! Esse sonho parecia mesmo impossível antes de se realizar! Até mais difícil do que mudar de cidade. Vocês sabem quanto custaria uma casa similar no Rio de Janeiro ou mesmo em São Paulo??? O dobro ou o triplo. Seria bem mais difícil em outra cidade. Gol! Porém, uma vez instalados e felizes por termos conseguido alcançar mais essa meta, começamos a ver o bairro à nossa volta crescer, o que significa novos prédios e casas sendo construídos, afinal outras pessoas também querem paz e tranquilidade numa casa em Floripa. Só que aí perdemos boa parte de nossas vistas das matas próximas. E morar em casa tem outros poréns… Tocam sua campainha todos os dias para vender de tudo, passam carros com alto-falantes às 8 horas da manhã de um sábado, você ouve muito mais os barulhos de manutenção das casas vizinhas do que ouviria em um apartamento, a casa suja muito mais rápido que um apartamento (aqui venta muito), o cachorro vai no quintal e volta com as patas cheias de lama… Ele ainda não aprendeu a limpar as patas antes de entrar em casa! 8) Ah! Tem que cortar (ou mandar cortar) a grama! E esta é uma planta que cresce rápido! E a manutenção exterior da casa dá trabalho e custa caro! Bom, mas tem o quintal pra curtir! Sim, quando o sol não está escaldante, nem chovendo os dilúvios ininterruptos que chovem aqui. Ainda assim, é agradável ter mais espaço e poder sentar no quintal ao ar livre quando as condições climáticas permitem. Bem melhor do que estar na melhor varanda de qualquer apartamento, mesmo as grandes!

3- Ter meu próprio negócio

Cumpridas duas metas, chegou a hora de partir para a mais ambiciosa de todas. Ter um negócio próprio. Afinal, trabalhei por mais de 15 anos em empresas e queria ter mais autonomia. Se você trabalha como funcionário em empresas, sabe que o trabalho em equipe é uma arte. Tem chefe, tem empregado, tem pares, às vezes tem que seguir processos antiquados, às vezes não tem processo nenhum para seguir. Tem muita perda de tempo, muito trabalho pouco produtivo. A empresa grande tem um humor próprio. E mesmo as pequenas também têm. E se você é funcionário, tem que seguir o ritmo. Bom, decidi montar um negócio próprio. Com a minha cara, do meu jeito. Em muitos momentos fui feliz, mais feliz do que na maioria das empresas em que trabalhei. Mas trabalhei MUITO MAIS do que jamais havia trabalhado! Ter um negócio próprio é a maior das aventuras que alguém pode ter na vida. É como andar de montanha russa sem cinto de segurança, sem saber se os trilhos estarão lá quando você for passar em um carrinho que pode andar para frente e para trás, de forma aleatória e inesperada. Nossa! Ter um emprego era tão mais previsível! Mas tem sido, sem dúvida, uma experiência única, diferente de todas as outras.

4- Morar perto da praia

Bom, agora vamos falar das coisas boas, né? Moro perto da praia, posso ir andando se quiser. Mas ainda é uma cidade pequena, lembra? Cadê a infraestrutura básica para se caminhar, andar de bike, etc? São algumas limitações que você só se dá conta quando lembra das cidades em que morou (e de outras onde a infra é mil vezes superior). É claro que o grande ponto positivo é que estou de férias sempre que estou de folga! Mas tendo um negócio próprio não são tantos os momentos de folga assim. Bem, pelo menos não preciso mais pegar estrada engarrafada para chegar na praia. E não preciso ficar o dia todo estendido no sol, tentando aproveitar ao máximo aquele dia. A praia está a poucos metros e sempre disponível! Chova ou faça sol! 8)

5- Fazer mais exercícios

Essa é a meta atual. Sou diabético e preciso me alimentar com moderação e fazer mais exercícios. Infelizmente, depois de 3 anos morando na melhor capital para se viver no Brasil, o melhor IDH, a melhor capital para o empreendedorismo, uma cidade realmente mais bonita que a média brasileira, com praias paradisíacas, ainda assim não consegui atingir uma das minhas metas: fazer mais exercícios. Acho que dei muita importância aos itens anteriores e com isso acabei deixando a saúde de lado. Meta a cumprir, está na lista. E qual será o outro lado da moeda nesse caso?

 

Victor Sebastian é Coach de vida e carreira.
Quer saber mais? Entre em contato e marque uma avaliação grátis.

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s