Eu amo a mudança

jumping fish“A única constante é a mudança”. A frase é atribuída a Heráclito de Éfeso, um dos mais proeminentes pensadores pré-socráticos.

As mudanças por que passamos na vida podem ser doídas e confusas. Muitas vezes passamos por fases verdadeiramente infernais, especialmente nos períodos anteriores à mudança, quando nem sempre estamos conscientes do que está de fato ocorrendo em nossas vidas e, via de regra, nem sabemos direito o que queremos. O desafio é saber navegar com sabedoria por essas tormentas. Às vezes precisamos de ajuda profissional para entender o que queremos mudar e onde queremos chegar.

Eu pessoalmente já passei por várias mudanças em minha vida, trabalhos aos quais me dediquei, relacionamentos em que apostei, cidades em que morei. Paixões, decepções, estabilidade, tédio e mudança são fases pelas quais passamos. E elas se repetem ao longo da vida.

Na fase da paixão, apostamos tudo e vamos com toda sede ao pote. Porém, de modo geral não estamos de fato vendo as coisas como elas são. Observadores externos poderão enxergar isso mais facilmente. Um Coach profissional poderá lhe ajudar a ver as coisas de uma forma mais isenta. Amigos e parentes podem ser úteis, mas inevitavelmente incluirão suas opiniões, que serão baseadas em suas experiências particulares ou no que eles acham que “seria melhor para você”. Porém, infelizmente nenhuma pessoa pode saber o que é melhor pra você. Só você.

Na fase da decepção, parece que finalmente “acordamos” para a realidade. Essa fase também pode ser apenas uma fase de tédio, onde nos acostumamos com “a vida como ela é”. Existem pessoas que aceitarão e abraçarão essa realidade pois é o que elas queriam. Outras ficarão decepcionadas com a descoberta e, mais cedo ou mais tarde, buscarão novas mudanças.

A grande sacada é entender que, quando estamos apaixonados, seja por um trabalho, uma pessoa, um lugar ou outra coisa, não estamos totalmente conscientes do que estamos fazendo. Precisamos ter em mente que um dia a consciência chegará e aí sim saberemos se fizemos a escolha certa. Depois da fase da paixão, quando chega o despertar consciente, poderemos ficar decepcionados ou estabilizar com nossas escolhas.

Já quando estamos “estáveis” (e quem consegue estar estável por muito tempo?), parece que a vida transcorre de forma mais fácil, porém muitas vezes, ao longo do tempo, se torna repetitiva e enfadonha. O tédio acaba tomando conta de nós. Começamos a nos remoer por dentro, querendo buscar novas experiências amorosas, profissionais ou sensoriais. Aí, no meio dessa busca, subitamente algo acontece e somos jogados aos “tubarões” da mudança.

Então chega a fase da mudança propriamente dita. Depois da paixão, normalmente queremos a estabilidade. Porém, caso não seja aquilo que estávamos buscando, uma coceira imensa começa dentro da gente e novamente buscamos mudanças. No início, muitas vezes nem sabemos o que está acontecendo direito, nem para onde queremos ir. Mas queremos mudar, precisamos mudar.

Por tudo isso, eu amo a mudança. Pois, mesmo antes de saber o que era a filosofia ou quem era Heráclito, eu já entendia que a mudança seria inevitável e que ela é a única certeza que temos na vida.

Somos seres vivos e estamos em constante mudança biológica, desde a fecundação até a morte. Então só nos resta amar a mudança, já que ela faz parte de nossas vidas.

E você? Qual mudança você está buscando para sua vida neste exato momento?

 

Victor Sebastian é Coach de vida e carreira.
Quer saber mais? Entre em contato e marque uma avaliação grátis.

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s