Melhor não fazer nada

bud no deckAprendi com meu melhor amigo (Bud, esse da foto) que, se não há nada a fazer, melhor não fazer nada.

Em todos os outros momentos, faça o que deve ser feito.

Se tiver que latir para afastar o inimigo ou atrair os amigos, lata com paixão; se tiver que aprender um truque para ganhar comida, aprenda; se estiver com vontade de explorar a vizinhança e marcar território, explore e mije estrategicamente; se quiser correr para se divertir, corra e se divirta até cansar; se tiver que se mudar porque a comida acabou, mude-se; se tiver que brigar, brigue; se, porém, rosnar vai lhe ajudar a evitar uma briga, rosne com convicção. Por fim, se tiver que fugir porque perdeu a briga, fuja.

No mais, não faça nada além do necessário. Bom feriado.

Victor Sebastian é Coach de vida e carreira.
Quer saber mais? Entre em contato e marque uma avaliação grátis.

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s