Buscando relacionamentos nas redes sociais…

Woman using a cell phone while waiting.Bruna tem 33 anos, é solteira, formada, sem filhos, uma profissional de sucesso que mora sozinha e tem uma extensa rede de contatos. Sua vida social é agitada e ela está sempre em eventos, festas e encontros com seus amigos. Porém, por algum motivo, ela nunca esteve em um relacionamento estável por muito tempo. Aliás, nos últimos dois anos, Bruna teve somente alguns encontros casuais, sem grande profundidade.

Seus familiares e amigos a questionam sobre sua situação. Bruna alega que não é por sua vontade que não consegue encontrar um namorado. Ela usa aplicativos e redes sociais de forma intensiva, acreditando que assim irá encontrar sua alma gêmea. Porém, repetidamente se decepciona com os encontros arranjados por esses meios. Ao mesmo tempo, ela também rejeita muitas das pessoas que conhece ao vivo, não permitindo que relacionamentos espontâneos se desenvolvam.

Assim como Bruna, a lista de solteiros e descasados nessa situação é imensa.  Se você é ou está solteira(o), é bem provável que já tenha recorrido ao uso de aplicativos ou redes sociais para conhecer pessoas. Tinder, Happen, Instagram e Facebook são alguns dos canais utilizados por quem busca encontrar um parceiro(a) online.

Mas afinal, o que as pessoas estão buscando nos aplicativos? Será que buscam outras pessoas reais ou apenas gostariam de encontrar o “objeto perfeito” que se encaixe em seus modelos mentais? Os algoritmos podem ser bons para o desenvolvimento de uma série de tecnologias atuais, mas será que ajudam nos relacionamentos? Ou será que podem até atrapalhar? 

Se você está em busca de encontros casuais e diversão, pode ser que ajudem. Se você quer desenvolver um relacionamento real, talvez estejam atrapalhando sua vida emocional. Relacionamentos não são máquinas de cassino, onde você aposta suas moedas em busca da sorte grande. Os aplicativos transformam o outro em “produto a ser consumido” e, sendo assim, acabam confundindo nossos anseios mais profundos com as chance reais de se encontrar a tal “alma gêmea” por meio deles.

É importante saber que relacionamentos duradouros dependem muito mais de nosso próprio comportamento e da nossa vontade, ao contrário do que possa parecer à primeira vista (que depende mais do comportamento e da vontade do outro). E é essa nossa vontade interior que é chamada de amor, pois ela é uma decisão que norteia nossas ações, acima de qualquer mero acontecimento ou comportamento do outro. Se seu relacionamento depende mais da vontade do outro do que da sua, é provável que ele nem tenha começado ainda. Ou talvez já tenha acabado.

Mundo real x Mundo virtual: conhecendo pessoas

Não é que não seja possível conhecer uma pessoa especial usando aplicativos e a internet. Sim, é possível. Mas o mais importante é definir o que você está procurando. Não estamos falando de características físicas, status social ou comportamentos superficiais pois, se você estiver apenas atrás de um objeto para se encaixar na sua vida, talvez esteja começando com o pé esquerdo. Lembre-se, o mais importante em um relacionamento é como você se comporta diante dele. Não é o que o outro faz e sim o que você faz. Muitas vezes isso não é fácil de entender. Nem de praticar.

Como o Coaching pode ajudar em seus relacionamentos

O autoconhecimento é um das principais resultados positivos de um programa de Coaching. Você está disposto a se envolver emocionalmente? Está preparada(o) para tal? Conhece suas principais qualidades e fraquezas e sabe lidar com elas? Entende seu comportamento e está disposto a mudá-lo se for necessário? Sabe que você é a(o) principal responsável pela continuidade do relacionamento e também pelo seu desenvolvimento com qualidade?

Muitas pessoas que não conseguem manter um relacionamento ou que ainda não encontraram aquela pessoa especial não sabem porque isso acontece. É comum que essas pessoas também tenham questões não resolvidas ou mal resolvidas com seus familiares diretos (pais, mães, irmãos) ou mesmo em relacionamentos passados. E isso afeta seu comportamento nos relacionamentos a dois.

Um programa de Coaching pessoal ajuda a mapear essas questões de forma eficaz, estabelecendo metas que você queira alcançar em seus relacionamentos, rompendo com alguns padrões repetitivos e trazendo mais paz, felicidade e satisfação pessoal para sua vida.

Com a ajuda de um Coach você será capaz de treinar o seu cérebro para conhecer, reconhecer e aceitar as pessoas que você procura, superando seus comportamentos prejudiciais e desenvolvendo de forma positiva relacionamentos felizes e gratificantes com as pessoas que realmente deseja.

 

Victor Sebastian é Coach de vida e carreira.
Quer saber mais? Entre em contato e marque uma avaliação grátis.

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s