Mutante

eu chopeira DG (1)É o que sou. 

Não há como negar. Por minha trajetória na vida, me vejo como um mutante.

Quando coloco uma ideia na cabeça, faço de tudo até conseguir atingi-la. Já foi assim várias vezes em diversas áreas da minha vida, no amor, no trabalho e no lugar que escolhi para morar. Sei buscar minhas metas e objetivos para fazê-los acontecer na prática.

Já casei 4 vezes.

Eu tinha ainda 15 anos e já queria casar. Com 17 anos conheci minha primeira esposa. Vivemos juntos e fomos felizes por mais de 10 anos. Decidimos ter filhos ainda bem jovens e hoje tenho uma filha linda, já adulta, que mora longe, mas está sempre dentro do meu coração. No fim do relacionamento, eu precisava de novas experiências, estava muito novo ainda e eu queria mais da vida.

“Casei” mais duas vezes (em média 5 anos cada relacionamento) e essas experiências me ensinaram bastante. Com uma, que queria ter filhos, mas eu não queria. Com a outra, eu casei com ela e mais as duas filhas que ela já tinha. Fui feliz  de formas diferentes, em momentos diferentes. Explorei a vida de mais um ângulo, tive coragem de viver outras vidas.

Hoje sou extremamente feliz com minha esposa. Afinal, eu trouxe muitos aprendizados de minhas experiências anteriores, além de tudo o que aprendi depois de muitos anos de estudos sobre pessoas e relacionamentos. Ela, por outro lado, já veio pronta. Sabe tudo da vida. Sorte a dela. 8) Somos casados há quatro anos e casamos na igreja. Quando eu era jovem, tinha pavor de igreja. Hoje gosto. Não sou carola, mas me sinto bem numa igreja. Vivemos uma vida simples, mas feliz.

Trabalhei em mais de 10 lugares.

Estudei em colégio militar, no Colégio Naval, em Angra dos Reis. Tinha só 15 anos. Demorei um ano estudando para passar no concurso. Em mais um ano descobri que eu não era apaixonado o bastante pela vida dos militares, não me via como um deles. Precisava de mais desafios.

Estudei Cinema, esse sim uma paixão. Mas, depois de alguns anos, inclusive pelas dificuldades econômicas do país na época, perdi o encanto. Fiz concurso público e passei. Trabalhei por cinco anos no Banco do Brasil. Ganhei funções gerenciais ainda muito cedo e tinha uma carreira pela frente. Mas eu não era feliz. O trabalho não tinha novidade o bastante para mim. Eu precisava de mais.

Aí veio a Internet e um mundo de possibilidades surgiu à minha frente. Aprendi um monte de coisas sozinho. Montei uma empresa. Ninguém sabia o que era Internet e eu já estava fazendo sites, atendendo grandes empresas sem nenhum preparo para tal, afinal eu não havia estudado formalmente para isso. Resolvi me preparar. Fiz outra faculdade, na área de tecnologia, e um MBA para entender de administração de empresas.

Um dia me convidaram para trabalhar em um startup. Nem sabia o que era startup. Decidi largar minha empresa pois eu precisava aprender mais, sobre outras coisas. Fui trabalhar com Internet para celulares, algo que me motivava por ser tecnologia de ponta, coisas que ninguém fazia e a maioria não tinha a menor ideia do que se tratava. As pessoas ainda estavam aprendendo a usar a Internet no computador, nem sabiam que um dia poderiam fazer tudo pelo celular. Mas lá fui eu.

Com isso acabei trabalhando por 15 anos como executivo em empresas de tecnologia. Na maioria das vezes fui convidado a assumir cargos bem desafiadores. Aceitei todos os convites. Aprendi muito, convivendo com tantas pessoas com habilidades, competências, características e origens diversas. Lancei produtos inéditos no mercado e reformulei alguns produtos antiquados. Criei ou supervisionei times excelentes de pessoas incríveis. Em alguns lugares me decepcionei.

Já fui empresário por 3 vezes.

Além da minha primeira empresa, fui sócio numa outra. E montei uma terceira há poucos anos. Saí da segunda porque surgiu um trabalho mais interessante, onde eu poderia aprender mais sobre Internet de alta velocidade e outras tecnologias de ponta. Com isso segui minha carreira como executivo e acabei aprendendo outras coisas mais.

Por fim, em minha terceira empreitada fui muito feliz. Criei tudo do zero com todo o amor do meu coração. Dei o nome do meu avô para a empresa. Fiz realmente tudo do meu jeito e me dediquei de corpo e alma. Mas no fim fiquei cansado da rotina. Vendi a empresa e fui buscar novos horizontes.

Já morei em 5 cidades.

Nasci no Rio de Janeiro, morei em São Paulo, Curitiba e hoje moro em Florianópolis. No último ano tive também uma experiência trabalhando em Uberlândia, onde morava de segunda à sexta e voltava para casa nos fins de semana. São cidades diferentes. São humores, climas, cores e ritmos diferentes. Para todas mudei por vontade própria, por vontade de experimentar. Sempre que decidi mudar, eu mudei.

Hoje escolho Floripa, compramos uma casa aqui. Mas não há nada que me impeça de mudar novamente, basta surgir a tal vontade, ou mesmo a oportunidade de novas aventuras. Tenho curiosidade de conhecer outros lugares, ter outras experiências. Não sou fã apenas do turismo puro e simples, preciso entrar de cabeça na vivência real e, sempre que possível, curtir a experiência de uma nova vida. Assim tenho várias vidas para contar.

Sou mutante. E sei como fazer o que me dá vontade.

 

Victor Sebastian é Coach de vida e carreira.
Quer saber mais? Entre em contato e marque uma avaliação grátis.

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s